O Politicamente Correto levará à 1984 – John Cleese

Diversas vezes apontam o dedo ao moralismo religioso, dizendo que ele aprisiona o homem do seu mundo natural, mesmo que conservadores creiam piamente que a natureza humana precisa de regras para não cair naqueles mais puros instintos básicos, que até mesmo a ciência não nega que existam em cada homem (e mais, em cada ser vivo), que o fazem pensar em si mesmo acima dos outros e a pensar em sua preservação (ou de seus genes) como algo instintivamente prioritário. Sem regras os homens seriam selvagens e seus interesses se colidiriam diariamente.

A moral – principalmente aquela baseada em princípios milenares – é a base de sustentação do ocidente. Seja um cidadão religioso ou não, a influência cultural que recebeu determina sua forma de ver as circunstâncias, e seus julgamentos do dia a dia passam sobre o crivo dessa herança. A questão final é: se esse arcabouço moral está errado, com o que substituí-lo? O que será que sustentará a alternativa?

Esquerdistas decidiram difamar os valores judaico-cristãos e colocaram algo diferente no lugar: o politicamente correto. O que determina o que está certo ou errado nessa nova visão? O Estado e seus líderes iluminados. Como bem falou o escritor inglês G. K. Chesterton: “Uma vez que Deus é abolido o Estado se torna Deus”.

O politicamente correto ataca as mais diversas áreas, e nem mesmo comediantes conseguiram escapar de suas garras. Mesmo os comediantes do Brasil começam a se queixar de como sua aura nefasta pressiona, ou mesmo cala, suas vozes na hora de expressarem sua arte. John Cleese, no vídeo abaixo, explica por que abomina essa forma de expressão, e como o politicamente correto nos levará à 1984, de Orwell.

Texto: Israel Pestana

Tradução do vídeo: Mônica Martins
Revisão do vídeo: Jonatas

 

1 comentário

  • João Santos

    Achei muito legal o vídeo e concordo com tudo que foi dito. Só gostaria de saber o que podemos fazer para reverter esse quadro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *